Pela metade.

Quanto mais caroços tem uma laranja, mais madura.
Não é engraçado que às vezes é assim com as pessoas também?

Eu poderia ter sido uma laranja,
mas o mundo me quis humana.

6 comentários:

Thais Motta disse...

Que bom né ... (?)

Um beijo ..

Yolanda disse...

haha, adorei! seus textos divertem e fazem refletir!

a propóstio, as músicas do seu blog são viciantes. :)

Desirée disse...

Esse chegou a doer!
Adoreeeeei!
Bjos :)

Eu, Thiago Assis disse...

Gostei do teu estilo de escrita (li alguns posts abaixo desse.
E como disseram aí em cima, é um cômico-filosófico (se é que esse termo existe).
Isso atrai minha atenção.

:)

www.euthiagoassis.blogspot.com

Salomão disse...

A ironia é deliciosa, e é claro que dá prazer a qualquer leitor. Sem entrelinhas desnecessárias, não é qualquer laranja madura dá prazer a um leitor.

Até breve!

Gabriel Salomão
(www.PenaDeVidro.blogspot.com)

Rita disse...

perfeito.

amei.