E#

quítame la ropa
y el aire,
bésame la boca
y caete
EN MÍ
que te quiero
como las sábanas
en el invierno.

cuélgate en mis besos
ámame cerca y lejos,
pero quédate la noche
POR MÍ
que te quiero;
y del día no tengas celos
pues me iluminas la mañana
más qu'el cielo.

toma mi cuerpo
y no me digas adiós
sino "ya vuelvo",
pues te extraño cuando te vas,
te espero regresar
A MÍ
que te quiero
y por tí,
me quedo.

slam poetry #4

she's a nice girl with a beautiful smile
and you look so happy together, you do
I can't help but think that we shouldn't
be sneaking around like fools
but I can't stay away from you

and I know too well how it feels
to be cheated on;
to have you heart ripped out
and stepped on;
and I also know the names they'll call me
if they find out
— slut, liar, whore —
but I can't stay away from you

and it's not that I need you
because I don't
it's not that I'm in love with you
because I'm not
maybe it's not knowing what draws me to you
that keeps me coming back for more, well
maybe
but I can't stay away from you

and I didn't start it
you didn't start it, truth is
we both started it
and I don't know what it is that makes us
always start it
but we can't blame alcohol anymore
it has been too many times
and though it's never been right

I can't stay away from you.

tua.

pode me chamar de puta
se te ajuda a esquecer

que o preço que você pagou
não foi pelos beijos, olhares
ou noites de amor


foi por me perder

piscina.

quando te vejo eu lembro,
menina,
do teu beijo,
naquele dia —
possuída
sussurrando meu nome;
se fazendo de minha
menina —

teu corpo balançando na água
e a água do teu corpo
em mim
confesso,
menina:
o universo parecia pouco
pra uma paixão assim.

auto-enganação.

já tirei teus beijos de mim
com outras bocas
e meu corpo já conheceu outros toques
que não o teu –
aceitei que não era pra dar certo
e não deu.

não acho mais que sua falta
vai me deixar louca
como deixam as mãos dos outros
onde você já se escondeu

saí do escuro pra não me perder,
descobri como carinho à luz do dia faz bem
e não vou ficar de mágoa
com quem hoje só me maltrata
amor,
faz favor:

passar bem.