Carnaval de loucos.

Uma vez por semana, no hospício, pacientes e psiquiatras trocam de lugar sem ninguém saber. Passam o dia, médicos como dementes e insanos como doutores. A facilidade com que trocam de papéis e fingem atuar é imensa. O curioso é que brincam há anos e, até hoje, nenhuma enfermeira percebeu a diferença.

3 comentários:

gabiz disse...

ah, mas a diferença é sempre muito sutil;

Lego disse...

Lembra Ítalo Calvino. Ótimo!

Anônimo disse...

como isso é bom.