O nosso clichê não existe.

gabi:
sei lá, tem uma magia a mais quando você tá beijando não só o corpo da pessoa, mas a alma dela também.
Grazzi:
que lindo isso gabi!
gabi:
talvez seja só besteira minha, mas eu acho.
Grazzi:
não, faz sentido
mas eu não sei se já beijei uma alma :x
gabi:
às vezes você sabe que não consegue beijar a alma, mas dá pra sentir que ela te beija.
eu não sei explicar. tem coisas que palavras não servem.
acho bonito.
Grazzi:
o que serve ?
gabi:
nada, acho. só sentimento.
mas sentimento é muita coisa.
e pouca ao mesmo tempo.
Grazzi:
coisas para quais nada serve; ou só o sentimento:
o sonho faz parte do sentimento? e o carinho ?
gabi:
faz, tudo que se sente é sentimento.
Grazzi:
e o que não sente, o que se acha?
gabi:
acho que é mero acaso.
o que não sente não vale a pena, na maioria das vezes.
porque pode parecer que preenche o vazio, mas não preenche.
é só uma ilusão, ilusões são passageiras e no final sempre se percebe que talvez não valeram tanto a pena.
podemos tentar nos enganar, mas é da humanidade nunca se contentar com pouco.
a gente quer as coisas por inteiro.
não aceitamos ficar com apenas um pedaço, muito menos quando é algo que queremos muito.
Grazzi:
e quando a gente só consegue um pedaço ?
gabi:
ou a gente se chateia no começo, mas aceita e se acostuma,
ou se magoa e não aceita.
mas eu não sei, não sou dona das respostas do mundo.
nem quero ser. saber não tem graça. não saber tudo. se a gente entendesse tudo, não teria o que pensar.
Grazzi:
sim, por isso a gente tá conversando, não ?!
gabi:
é, acho.
Grazzi:
:)
e quando você sente, e quer, e procura e tenta, você as vezes não tem medo ?
gabi:
sempre.

Tem gente que é poesia.
Tem gente que faz você se sentir poesia também.

4 comentários:

Thais Motta disse...

E que poesia ..

Adorei .

um beijo moça (:

Bê Matos disse...

Tem gente - como você, Gabi - que me deixa sem palavras, sabia?

:*

Bruna Bianconi disse...

Gostei da prosa, achei tão pura e sincera, estou encantada com o seu blog, beijos :*

Moniquinha disse...

Nossa... que maravilha ter um resfriadinho e que deixa a gente de molho, com tempo pra descobrir essas delíciosas delicadezas. Gabi... você se expressa de uma maneira tão bela, tão doce, com tanta delicadeza que dá vontade de passar o resto da vida aqui... só pra se alimentar de poesias puras e sentimentos bons.. Suas palavras são desenhaveis querida... e você é um algodão doce!! Acabou de ganhar uma fã!! Escreva... muito... muito.. muito... O mundo precisa de você!!