O peso do mundo é leve.

Você me fez um gráfico
falando de amor
Disse que de todas as que poderiam te amar
eu fui a melhor

E eu te amava,
amava mesmo, de verdade
Mas não dava certo
não tinha jeito
Era só talvez, que algum dia,
tudo aquilo poderia vir pra realidade

E ficou por isso
deixamos pra lá
Desalmados,
esquecemos,
disfarçamos,
E deixamos inacabado

4 comentários:

Vicky D. disse...

Ai que lindo! Amei!
Achei seu blog hoje, passeando por ai... adorei aqui! It´s perfect!
Vo passar por aqui sempre que possível... :)

bjão =^.^=

Eu confesso... disse...

lindo seu blog. adrei estou te seguindo me segue tbm? beijos

gabriela m. disse...

desalmados mesmo.
eu sempre comento por aí que detesto quando o casal não fica junto no final, mesmo a história sendo ótima sem isso. é uma frustração a parte.

Rita disse...

tão leve que nem precisamos de uma mochila, mas precisamos de uma alma sem fundo...

;)