O amor faz criar raízes.

O que eu quero dizer com isso é que o amor prende.
Ninguém tem motivo pra ficar quando não se ama,
então pode ir embora quando bem pretende.

Não que aprisione apenas a lugares, não, não...
Nômades apaixonados só vão embora se o amor for junto,
e quem fica só fica onde o amor enraíza.

Amor faz ficar, mesmo que só na memória ou num lugar.
Cria presos ao objeto de sentimento,
faz desejar perto... contraria tudo que faria alguém mais esperto.

Como já disse Camões, é estar preso por vontade;
é contrariar todos os sentidos e significados, é perigar e arriscar.

E por isso não se deve brincar, e muito menos rifar, corações.

Um comentário:

Vicky Doretto disse...

O amor liberta, não prende...

bjus

lindo poema *-*