Do agora.

Queria que você fosse meu futuro e passado. É, é, eu sei... não dá pra mudar o que já aconteceu ou inventar alguém no meio pra mudar tudo que um dia existiu. Então o jeito de te encaixar é mostrando tudo, contando tudo. Entregar todo o pretérito, quase da mesma forma que o futuro. O primeiro, nos segredos confessados; o segundo, nos sentimentos trocados. E parece que dá certo, porque tudo que passou eu já não lembro ou não me importo... e tudo que está por vir eu fico aqui e (te) aguardo.

2 comentários:

gabs. disse...

entregar o passado para receber um futuro? talvez juntos? (:





texto com cheiro de saudade, de ausência minha.

Anônimo disse...

oi gabi, venho aqui prá te ler,e ouvir musica, adoro sua playlist!!!
beijos
regina

rehenriques@terra.com.br