1, 2, 3, 2.

Milhares de histórias na minha cabeça, e nenhuma eu consigo contar.

São minhas demais.

2 comentários:

Fernanda Zanol. disse...

Perfeito.
É exatamente assim que eu tô me sentindo ultimamente, querendo contar tudo que está aqui dentro, mas sabendo que ninguém entenderia.

disse...

Guardo tantas dessas histórias, talvez um dia eu as conte para mim mesma, daqui há muitos anos, só para poder sorrir um pouco.

beijos