Crisálidas.

"Quando morre uma borboleta, não faz muita diferença para a primavera."

Mas e as outras borboletas?
E as saudades?
E a falta que ela faz,
e as memórias?
A tristeza que tudo traz?

A primavera não percebe, mas também não é mais a mesma:
perdeu um pouco de cor
um pouco de vida
um pouco de amor.

5 comentários:

lind.say disse...

verdade :s

Paulinha disse...

Que bonitinho. Faz a gente pensar no valor das coisas.
Beijinhos.

Fe disse...

lindo.

Mas tenho qeu confessar que odeio borboletas... rsrs.

bjoO ;*

Ba. disse...

agora imagina com algo tão maior.
não fazem noção da borboleta, imagina de algo tão maior.

é.

(adorei esse) ;*

sarah disse...

parece algo inútil, até que nós nos tornemos as borboletas.