Tarde, eu sei.


Eu
muitos e malditos medos
Não seguram antes de pular
mas impedem de te falar.

Eu
muitas e malditas manias
De apaixonar
de jogar corpo e alma.

Eu
único e bendito milagre
De ter te encontrado
de te querer assim,
tanto.

5 comentários:

tina. disse...

eh vc mesma que escreve tudo?? andei olhado e tu eh booa com as palavras :)

D disse...

nao agradeças...
sou eu quem agradeço a alguem por conseguir usar as palavras...transpor a comunicaçao dos sentimentos...

Késia Maximiano disse...

Vc: Fonte inesgotável de vontade de ser feliz...
E será!

É só prestar atenção nos detalhes...


Beijo grande

G. disse...

Comentários respondidos.

Amanda disse...

Quero ele tanto, que tanto chega a ser pouco...